Livro 'MELHORAMENTO DO SOLO MOLE E O GEOENRIJECIMENTO
ENGEGRAUT GEOTECNIA E ENGENHARIA
Soft Soil Brazilian Review

NOTÍCIAS

Livro 'MELHORAMENTO DO SOLO MOLE E O GEOENRIJECIMENTO'

O assunto desse livro é a engenharia do solo mole e está direcionado a engenheiros de obras, pesquisadores e estudiosos no assunto, considerando que é um tema extremamente polêmico, tendo em vista que até algum tempo atrás este tipo de solo era considerado completamente inadequado à construção.




28/08/2018 a 01/09/2018

COBRAMSEG 2018 - Evento realizado em Salvador entre os dias 28 de agosto e 01 de setembro de 2018 pela ABMS (Associação Brasileira de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica), a Sociedade Portuguesa de Geotecnia e o Comitê Brasileiro de Mecânica das Rochas. O tema escolhido para esta edição foi de extrema relevância: Geotecnia e Desenvolvimento Urbano.

A Engegraut Geotecnia e Engenharia, empresa especializada em Melhoramento de Solos Moles há 40 anos, através de seu diretor, o Eng. Joaquim Rodrigues, lançaram, durante este evento, o livro 'Melhoramento do Solo Mole e o Geoenrijecimento'.


EVENTO 17/05/2018, 17:30H

O Clube de Engenharia do Rio de Janeiro e a Engegraut realizaram no dia 17 de Maio, às 17:30, a palestra técnica “MELHORAMENTO DE SOLOS MOLES: Geoenrijecimento com CPR Grouting – Casos de obra e formulação teórica”, ministrada pelos nossos engenheiros Joaquim Rodrigues e Alessandro Cirone. Na ocasião, os palestrantes abordaram questões técnicas e teóricas sobre o CPR Grouting.


25 A 29 DE MARÇO DE 2018

SAGEEP 2018: O maior evento norte-americano de geofísica aplicada

A Engegraut esteve presente. A última edição do SAGEEP foi realizada de 25 a 29 de Março em Nashville, Tenesse, EUA. O evento reuniu profissionais de todo o mundo na área de geofísica, geologia, engenharia ambiental e geotecnia. A Engegraut participou com o paper intitulado “Assessing the Efficiency of CPR Grouting using MASW Surveys” apresentado por nosso engenheiro geotécnico Alessandro Cirone.


EVENTOS QUE MARCARAM 2017

  • Geosul 2017 – O XI Simpósio de Prática de Engenharia Geotécnica da Região Sul aconteceu entre os dias 26 e 28 de Julho, na cidade de Bento Gonçalves (RS). O Eng Joaquim Rodrigues apresentou trabalho técnico.
  • GeoNE 2017 – Maceió (AL) recebeu o Simpósio de Geotecnia do Nordeste, batendo recorde de participantes. O Eng Alessandro Cirone ministrou palestra sobre geoenrijecimento de solos moles.
  • SEG17 – Em Houston, Texas, EUA, durante o Simpósio Americano de Exploração Geofísica, nosso engenheiro Alessandro Cirone apresentou o paper “MASW control of grouting”.

A EMPRESA

Nossa experiência é no desenvolvimento e na execução de modernas tecnologias de geoenrijecimento de solos, particularmente os argilosos moles.

Somos a única empresa na América do Sul, com domínio de todas as técnicas de grouting, tais como CPR GROUTING, JET GROUTING, PERMEATION GROUTING, COMPACTION GROUTING, garantindo perfeito assessoramento técnico e total segurança na execução dos serviços. Neste contexto, ressaltamos que o CPR Grouting, desenvolvido e patenteado por nossa organização, é a única técnica de grouting, específica para melhoramento geotécnico de solos argilosos moles, que torna o solo mole geoenrijecido, com parâmetros geotécnicos previamente desejados, tornando-o uma massa única.

O solo mole

Nossa experiência em solos moles chegou aos 40 anos, com permanente desenvolvimento de técnicas específicas para seu geoenrijecimento, via modelos constitutivos e simulação computacional, prevendo-se níveis de deformações e tensões que possam atender às necessidades de nossos clientes. Desenvolvemos, constantemente, métodos numéricos multifase conjugados, com base na teoria das misturas multifase, com solo, água e geogrout. Nosso moderno laboratório geotécnico dispõe de equipamentos de compressão triaxial com células modificadas, específicas para o CPR Grouting, único no mundo. Damos especial atenção a processos de ruptura, utilizando-se posicionamento do processo deformativo em três dimensões, com desenvolvimento de métodos numéricos e analíticos para processá-los.

Todos estes anos de pesquisas e geoenrijecimento de depósitos de solos moles deixam evidente que resultados de análises numéricas, efetuados para cada caso, são extremamente importantes e necessários, assim como são influenciados pela relação constitutiva escolhida de modo a modelar os comportamentos. Portanto, é importante escolher um ou mais grupos de modelos de solos com relação tensão / deformação, tendo características bem representativas. Trata-se de uma tarefa excessivamente difícil, principalmente pelo fato de que o nível de deformações é dependente da trajetória de tensões atuantes, sendo imperioso saber se, na região em questão, se há carregamento primário, descarregamento, recarregamento ou qualquer outra particularidade. Uma de nossas principais atividades é o levantamento de parâmetros geotécnicos necessários à execução de modelagens numéricas que, obrigatoriamente, antecedem futuros geoenrijecimentos de solos moles, sejam em rodovias, ferrovias, áreas portuárias, aeroportos, indústrias, etc, que executamos há 40 anos.

História

O mercado de tratamento de solos é caracterizado por soluções atípicas que objetivam ou tem como propósito transferência de cargas. Ou seja, a solução baseia-se, exclusivamente, em elementos rígidos ou semi-rígidos que atuam verticalmente, transferindo a carga da superfície até o solo resistente. Estes elementos verticais são construídos com areia, brita, envelopado ou não, argamassa e calda de cimento. O que isto significa? Simplesmente que as cargas provenientes do aterro e do projeto, como um todo, descarregarão preferencialmente nos elementos verticais, em prejuízo das áreas vizinhas suportadas pelo solo, que continua problemático, incorrendo em efeito de arqueamento, recalques e tempo para sua solução. Invariavelmente, por se tratar de soluções que não privilegiam o solo como um todo, tornam-se inespecíficas e, no final das contas, mais caras.

Nota-se, contudo, que o "tratamento do solo" efetivamente não ocorreu, mas sim apenas transferência de cargas. O solo mole ou sem condições de suporte continua lá, basicamente com as mesmas características anteriores. Assim, estas soluções de mercado, tradicionais, não podem e não devem ser chamadas de tratamento de solo, mas sim elementos de fundações. Evidentemente, entendemos que tratamento de solo é dar condições geotécnicas ao solo para que, como um todo, tenha condição suporte. Esta é a verdadeira conotação para tratamento de solos.

Neste particular, a Engegraut atua, desde 1975, efetivamente geoenrijecendo solos, particularmente os argilosos moles, com soluções específicas (e patenteadas), perfeitamente customizadas às exigências de nossos clientes, implicando em melhor performance final e, principalmente, menor custo.


ENGEGRAUT GEOTECNIA E ENGENHARIA
Rua Correia de Araújo, 131
Barra da Tijuca
Rio de Janeiro / RJ
(21) 3154-3250
atendimento@engegraut.com.br
www.engegraut.com.br